terça-feira, 3 de agosto de 2010

Parte_2_BsAs:

:: $ ::
Tive dúvidas em relação a que tipo de dinheiro levar e me orientaram que levasse dólares. Bem, certamente a pessoa que me orientou não era a mais indicada, pois só foi o trabalho de levar e trazê-los de volta. O melhor é levar reais e cartão de crédito. As compras com cartão ficam mais acessíveis pois o valor é convertido em dólar, e dependendo do câmbio do dia obtém-se vantagens em relação ao peso argentino. E uma indicação de câmbio com boa cotação fica na Calle Santa Fe com a Esmeralda: Cambio Paris. Conseguimos a taxa de R$1,00 = $2,10. Agora, as propinas dos garçons podem ser pagas em qualquer moeda, fazem qualquer negócio e me pediram o absurdo de R$20,00 pelo serviço. Pena que pediu para a pessoa errada (@paodura.com).
Obs: táxis aceitam somente pesos e deve-se tomar cuidado com o troco que pode ser em notas falsas (pague sempre o mais trocado possível). Há lugares que não trabalham com cartão de crédito e alguns outlets também só aceitam dinheiro. Ônibus só aceitam moedas (!) e não dão troco.

4 comentários:

João disse...

Eu também não pagava! É que quem não chora não mama, de 10 pessoas que eles pedem, deve ter pelo menos uma que pague! :)

dió disse...

Corrigindo: $2,10 igual a R$1,00

João disse...

Dió, como bom contador, não podia deixar escapar esta... :D

Fernanda Muller disse...

ops, pula esta parte financeira...